Transcrição:

Neste vídeo, vamos cobrir o portal do cliente e como pode configurá-lo para atender às suas necessidades. A pergunta mais importante que as pessoas têm muitas vezes no portal do cliente é: “O que podem os meus clientes ver quando entram no portal do cliente?” Eles vão passar por um monte de testes criando clientes de amostras e coisas assim para tentar obter uma sensação para o que os seus clientes vão ver. Estou aqui para responder a essas perguntas agora.

Em primeiro lugar, para lançar o portal do cliente, pode sempre fazê-lo a partir da aplicação principal. Clique no portal do cliente com o seu nome > e lançará o portal do cliente num novo separador de navegador. Aí pode ver o portal do cliente.

Estas são as diferentes partes do portal. Aqui pode pesquisar itens no portal. Aqui pode clicar para adicionar novas tarefas ou bilhetes ou qualquer coisa que tenha ativado.

Pode filtrar os seus itens por “todos os itens” ou apenas pelos itens que submete. Pode filtrar por estado (se quiser apenas ver aberto ou fechado), dentro de projetos específicos, e assim por diante. Portanto, estes são todos os filtros diferentes que pode ativar ou desativar.

Se clicar num bilhete ou tarefa específico ou em qualquer um dos itens publicados no portal, pode ver coisas como os detalhes, uma descrição, pode criar novos fios, e pode ver quaisquer anexos que sejam um deles. Esta é uma maneira de obter os detalhes de um bilhete específico.

Agora, vamos falar sobre o que pode configurar para isto. Dentro da sua aplicação principal do OneDesk, se for administrador, verá um ícone de administração. Também é encontrado aqui em “administração”. Clique nisso e perto da parte inferior verá três páginas relacionadas com o portal do cliente: portal do cliente, aparência e formulários.

“Aparência” permite-lhe fazer coisas como ajustar as cores, ou colocar uma língua diferente, uma linguagem personalizada, no seu site em vez de inglês. Também permite gerar o corte para inserir no seu website. Isto coloca o separador lateral no seu site. E tem um monte de opções de configuração aqui. São todos bastante autoexplicativos, com pequenas explicações ao lado. Pode modificá-los. Onde quer que seja colocado? Que palavra quer que use? E assim por diante. Esta é uma documentação aqui se você quiser detalhes adicionais.

A página “formulários” permite modificar o formulário que o utilizador vê quando clica em “adicionar novo” … por exemplo, “adicionar novo bilhete”. Este formulário pode ser modificado aqui. Como pode ver, temos uma tarefa e um formulário de bilhete. Posso expandir o meu formulário de bilhete, e ver as opções de configuração para este formulário. As coisas que posso fazer aqui são: mudar o título, mudar a legenda, ou posso apagá-la se não quiser nada.

Posso adicionar e remover propriedades ao formulário, incluindo propriedades personalizadas. Primeiro terei de criar essas propriedades personalizadas na minha aplicação de bilhetes aqui em cima, mas assim que esses campos personalizados forem adicionados ao nível de “todos os projetos” posso então adicioná-los ao formulário. Pode selecionar algo e adicioná-lo ao formulário, e será exibido no formulário.

Pode alterar a palavra ao lado de uma propriedade no formulário. Por exemplo, nesta forma particular aqui, vejo “assunto”, vejo “descrição”, vejo “prioridade”, e essas são exatamente as mesmas palavras que tenho aqui. Se eu mudar isto para prioridade… Mudo o texto aqui, e quando refrescar o meu formulário, verás que mudei o rótulo ali mesmo. Portanto, tudo isso é para mostrar que pode modificar o texto lá, pode adicionar e remover propriedades.

Se não quiser que o formulário apareça, posso apagar todo o formulário. Vou mostrar-lhe um exemplo disso com o formulário de tarefa. Aqui no formulário de tarefa (Se por exemplo, só quero pedir bilhetes no portal do meu cliente), posso clicar em “apagar” > “sim”. Agora, quando vou ao portal do meu cliente, só tenho o meu formulário de bilhete. Então é muito fácil modificar estas coisas aqui.

Também pode enviar pessoas diretamente para os seus formulários sem ter que passar pelo portal do cliente. Alguns dos nossos clientes preferem ter apenas um formulário que os seus clientes preenchem. Você pode fornecer-lhes o link aqui, e eles vão completar este formulário, e eles não têm que passar pelo portal do cliente em tudo. É uma espécie de unidireccionídria, enviar um formulário de bilhete.

Isto cobre formas e aparência. Agora, para chegar à questão principal, que é “O que o cliente pode fazer no portal?” e “O que podem ver?” Selecione o separador “PORTAL CLIENTE” aqui e, como pode ver aqui, é um link para o portal do seu cliente. É aqui que desativa o portal do seu cliente se não quiser usá-lo. Vou mostrar-lhe isso. Desativar o portal do cliente. Quando vou, recebo uma mensagem a dizer que está desativada. Reativar, e posso fazer mais modificações aqui.

“Ver itens previamente submetidos” é um controlo bastante básico. Permite-lhe desligar a lista de bilhetes. Se eu desligar isto e refrescar o portal, podes ver que não há lista de coisas. É incomum querer isso enquanto ainda tem um portal ativo, mas ainda assim é possível.

Ao “Submeter novos itens”, tem três opções:

– Permite que os seus visitantes enviem novos itens “nunca”. Se o definires para nunca, eles nunca serão capazes de enviar novos itens. Não haverá formulário nem botão no portal do cliente para submeter.

– Quando iniciarem sessão, “significa que verão esse botão e poderão enviar bilhetes quando estiverem registados.

– “Quando não está a iniciar sessão” significa que não é necessário que eles estejam a fazer login para que eles submetam. No entanto, ao escolher esta opção, o formulário irá pedir-lhes o seu endereço de e-mail e exigirá que eles submetam o formulário.

A seguir é “O que pode o visitante fazer no portal?” Podem “registar-se”, “seguir itens”, ou “ver o estado dos artigos”. “Ver o estado dos itens” e “seguir itens” são bastante autoexplicativos. Vou ligar os dois e mostrar-lhe onde estão. Aqui está o botão de seguir, e aqui está o estado. Se eu desligar isto, e refrescar o meu portal, verás que ambos desapareceram. Então agora os vis não podem seguir itens, e não podem ver o estado dos itens. Pode desligá-los independentemente ou como quiser.

“Registar-se a si mesmo” significa que o cliente pode inscrever-se. Eles verão o link de registo, e se visitarem o seu portal pela primeira vez, podem inscrever-se e começar a usar o portal. No entanto, se não quiser que isto aconteça, desmarque esta caixa, o que significa que para os seus clientes poderem usar o portal terá de adicioná-los sob a aplicação dos clientes aqui e, em seguida, convidá-los.

Aqui, temos os filtros para mostrar no painel. Como pode ver, há três tipos de filtros. Há o “filtro do tipo item”, o “filtro do projeto” e o “filtro de estado”. Também são bastante autoexplicativos. Permitem que estas categorias de filtro apareçam na lateral. Estes no topo: filtros para “todos os itens”, “os meus itens”, e “itens seguidos”, estão sempre lá. Estes “por tipo” (artigo base de conhecimento, tarefas, bilhetes…), são controlados pela caixa de verificação “tipo”. “Por projeto”, é controlado pela caixa de verificação “project”, e “por estado”, pela caixa de verificação “status”. Como seria de esperar, quando desmarco estes e refresco o portal, temos muito menos opções. Apenas “por estado” está disponível aqui na lateral. Controla, portanto, quais os filtros disponíveis para os seus clientes.

Esta nota é importante de compreender. Diz que “As opções do filtro só aparecerão quando um visitante tiver resultados para esse filtro.” O que significa que o agente aberto, fechado e pendente são os únicos estatutos que tenho aqui. Não necessariamente porque são os únicos estatutos que existem para os bilhetes, mas porque esses são os únicos para os quais eu teria resultados.

Certo, agora, a carne da questão de “Que itens o visitante pode ver no portal?” Em primeiro lugar, precisa de login para ver itens? Isto é bastante comum. Vem por defeito não verificado, apenas para que quando experimentar o seu portal veja algumas coisas pela primeira vez, mas se precisar de um login para ver itens, esta também é uma mudança muito comum para corrigir no início.

E finalmente, o que gostaria que vissem? Esta é a regra número um que terás de determinar. Por padrão, está definido para “todos os itens publicados” para que veja algumas coisas quando tenta brincar pela primeira vez com a sua conta OneDesk. No entanto, é muito provável que queira mudar isto.

Por exemplo, a opção mais simples é apenas restringi-la para que os clientes “só vejam os seus próprios itens solicitados”. Isto significa que para um cliente, se forem marcados como solicitador de um bilhete específico – e isso é porque o solicitaram ou porque os definiu como solicitador), então eles verão isso no portal do cliente. Se selecionar “itens criados pelos clientes na sua organização”, então eles poderão ver coisas que são solicitadas por si ou por outras pessoas na mesma organização de clientes. Mais uma vez, a aplicação “clientes” é onde irá agrupar os seus clientes em organizações. Isto significa que se você tem dois clientes da Empresa A, e você gostaria que eles vissem os bilhetes um do outro, você pode escolher esta opção.

“Itens nos projetos que estão a seguir”: Isto significa que se tiver adicionado clientes como seguidores nos seus projetos, então eles poderão ver os itens dentro desses projetos. Esta é uma opção útil se fizer projetos para clientes específicos. “Estou a fazer este projeto; É para um cliente específico; e estou aberto a eles ver todos os itens neste projeto. Em seguida, use esta definição; adicioná-los ao projeto; e podem ver todos os itens dentro do projeto.

Seguem-se ” itens criados pelos clientes na sua organização e itens nos projetos que estão a seguir”. É uma combinação dos dois anteriores. Podem ver as duas coisas.

Segue-se outra combinação, “todos os seus próprios itens e itens solicitados nos projetos que estão a seguir”. esta seleção significa que os visitantes vão ver as suas próprias coisas e itens nos projetos que estão a seguir. Esta também é uma escolha comum. Se está a fazer um trabalho baseado em projetos para os seus clientes, então vai querer que vejam itens nos projetos que estão a seguir e nos seus próprios itens solicitados, caso apresentem coisas que ainda não estão no projeto.

E, finalmente, o padrão, que é “todos os itens publicados”. Agora, artigos publicados significam que o bilhete terá um estatuto publicado. Isto é como uma regra geral, que diz que se algo for publicado, eles podem vê-lo. Isto dá-lhe controlo de nível granular sobre a remoção de algo do portal. Por padrão, quando criar algo, será publicado. Claro que podes alterar este padrão, mas se não brincares muito com as coisas, quando criares um novo item, será publicado. Isto significa que se quiser remover algo do portal, desmarque a caixa de “publicar” nesse bilhete. E aqui pode abrir uma exceção e dizer que o “visitante pode ver os seus próprios itens inéditos”.

Você pode decidir que você gostaria que os clientes vissem itens nos projetos que estão seguindo e todos os seus próprios itens inéditos, independentemente disso. Portanto, este é um controlo que podes combinar. Brincar com estas duas opções vai dar-te praticamente todas as variações que procuras. As opções mais utilizadas são a utilização de “itens criados pelos clientes na sua organização” e “itens nos projetos que estão a seguir”. Exigir login também é a escolha mais comum.

Então, olhe para o meu ecrã agora. Provavelmente vais configurá-lo como eu tenho aqui, e vais fazer a tua escolha entre itens criados pelos clientes na sua organização e itens nos projetos que estão a seguir. Provavelmente vais fazer uma escolha entre um desses dois. Se tiver perguntas, entre em contacto e nós o ajudaremos.

Isto resume o que pode mostrar aos seus clientes no portal do cliente. E se for à secção de bilhetes, é aqui que vai criar os campos personalizados que mencionei. Esta é a administração dos bilhetes. Se você realmente ir para os bilhetes em si, na app principal, e você abrir os detalhes de um bilhete, você verá a caixa de publicação. Isto indica que este item é publicado. Por padrão, os itens recém-criados são publicados, mas é claro que pode alterar esse padrão para que os itens recém-criados não sejam. Mas teria que ir e remover e mudar algumas regras na administração para fazer isso.

Por isso, mais uma vez, contacte-nos aqui se tiver alguma dúvida, e espero que isso responda a algumas das bases do que os meus clientes podem ver e fazer no portal do cliente. Obrigado.